Quais as instalações domóticas mais comuns?

A domótica veio para ficar. Segurança, conforto e poupança de energia são os pilares fundamentais de uma casa inteligente. Todas e cada uma das instalações domóticas concentram-se em alcançar o objetivo destes três pilares.

Longe do que se possa pensar, a domótica não é só para alguns. Aliás, está disponível para todo o público e caso queira começar já a aproveitar as vantagens desta tecnologia, uma pequena remodelação na sua casa é o suficiente. Veja agora as instalações mais comuns.

Instalações domóticas por razões de segurança

O primeiro dos três aspetos da vida quotidiana que podem ser melhorados pelas instalações domóticas é a segurança. Desde a prevenção de incêndios, fugas ou qualquer outra catástrofe até à proteção da sua casa contra roubos.

Catástrofes

Detetores de fumo ou sensores de temperatura não são uma novidade. No entanto, apenas instalar estes dispositivos não é suficiente para considerá-lo domótico. Pelo contrário, se estiverem conectados a um sistema central que realiza uma ação ao receber a informação dos sensores, já podemos falar de instalações domóticas. Neste sentido, a fim de evitar incêndios, por exemplo, é possível chamar diretamente a emergências no caso de algo que os sensores detectam excesso de fumo ou calor.

Alerta durante a noite

Os novos sistemas de segurança são mais um avanço na domótica. Sensores de movimento ou presença podem detectar intrusos e avisar a polícia para dar o alarme. Quando o sinal correspondente é recebido, o centro de controlo também alerta o proprietário, que inclusive tem acesso a tudo que se passa em casa graças à vigilância por vídeo streaming.

Sistemas de domótica: Eficiência energética

casa inteligente

O segundo pilar da domótica é a otimização da eficiência energética. As vantagens de ter uma casa interligada são várias e as instalações domóticas que favorecem a poupança de energia são das mais utilizadas pelo público.

Luz solar

Uma das instalações mais conhecidas em casas domóticas são os sensores de luz. Graças a estes sensores, é enviado um sinal ao painel de controlo que pode dar a ordem de baixar ou elevar uma determinada persiana. Desta forma, conseguimos manter a temperatura da casa estável, no verão e no inverno, sem a necessidade de ar ou aquecimento.

Luz artificial

No que diz respeito à luz artificial, a unidade de controlo pode dar a ordem para desligar uma lâmpada se não houver ninguém na divisão. Também pode regular a intensidade de acordo com a luz que entra do exterior ou através de um sinal acústico.

Sistemas de domótica: Puro conforto

Todas as aplicações anteriores de domótica são também a favor do conforto e tranquilidade.

Temperatura

A seguinte utilidade da domótica está intrisecamente ligada à eficiência energética. Graças aos sensores de temperatura, é possível ligar o ar ou o aquecimento de modo a manter a temperatura ideal. No entanto, graças à geolocalização, podemos ir mais longe. Pode ser ativado minutos antes de chegar a casa, evitando assim o consumo inútil quando não há ninguém.

Extras

Sistemas de domótica

Imagine estar fora de casa e ligar a máquina de lavar louça apenas à distância de um clique. Tudo isto pode ser feito graças aos electrodomésticos de nova geração.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of